Skip links

San Pedro de la Paz: a comuna sustentável do Chile

Entre o Rio Biobío e o Oceano Pacífico Sul encontraremos a comuna de San Pedro de La Paz. Rodeada das mais diversas belezas naturais e rica em paisagens litorâneas, a comuna povoada por 121.650 habitantes se compromete com cada um deles, investindo em saúde, saneamento básico e segurança para a população.

A gestão da comuna é centralizada nas pessoas e no equilíbrio ambiental. O biotrem é um sistema de trem suburbano que opera em 7 comunas, inclusive na de San Pedro de la Paz, desde 1999 e conta com duas linhas que transportam cerca de 18 mil passageiros por dia, promovendo assim a mobilidade urbana por meio de uma alternativa sustentável.

As paisagens turísticas são um dos pontos fortes de San Pedro de la Paz, mas o município sabe que para usufruir delas, é preciso protegê-las. Sabe também que esse esforço é conjunto e por isso se comprometeu com os princípios de mitigação e adaptação às mudanças climáticas, aliando-se à maior coalizão de prefeitos e autoridades locais: o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia.

Como sua primeira ação dentro do Pacto, a comuna estabeleceu como meta a medição regular da emissão de gases de efeito estufa (GEE) para o ano de 2021. O projeto teria início em 2020, mas devido ao novo coronavírus os recursos foram voltados ao combate da pandemia e em medidas sanitárias para a população mais vulnerável.

Mesmo antes de se comprometer com o Pacto, a comuna vem desenvolvendo uma série de iniciativas sustentáveis em quatro áreas principais: planejamento territorial, eficiência energética, promoção e valorização do patrimônio ambiental comunitário e adaptação e mitigação das mudanças climáticas.

A gestão de San Pedro de la Paz inscreveu quatro projetos de desenvolvimento socioambiental que têm o objetivo de regenerar espaços públicos violentos, abandonados e não inclusivos, transformando-os em empreendimentos sustentáveis e acessíveis à população. Todos os projetos contam com iluminação de led, superfícies permeáveis e elementos feitos a partir de materiais reciclados.

Serão construídas as praças Villa Padre Hurtado e Sol del Pacífico e o Parque Villa Evangelista conta com projetos de revitalização e construção de um skatepark, uma multi-quadra e uma quadra de grama sintética para uso livre da população. As praças visam também aumentar áreas verdes nos perímetros urbanos e transformá-las em maiores sumidouros de CO². Além disso, existem vários projetos que visam aumentar a mobilidade urbana não motorizada, demarcando e construindo ciclovias em toda a região.

Eficiência energética

No campo da eficiência energética, o município foi incluído no projeto Comuna de energia, uma ferramenta de gestão e credenciamento para as comunas do Chile que visa definir estratégias para a implementação de um planejamento energético nas cidades.
Um dos projetos em andamento é a instalação de painéis fotovoltaicos em centros de saúde primários em todo o município. Desde 2019, a gestão do município vem instalando painéis fotovoltaicos em residências, foram 35 famílias beneficiadas e ainda têm 39 famílias inscritas para receber a instalação nos próximos meses.

Junto aos painéis, um sistema coletor solar térmico também figura o planejamento. Será montado nas residências um sistema de armazenamento de água na cobertura das casas, a radiação solar esquenta a água para posteriormente distribuí-la pela construção, a fim de reforçar o isolamento térmico e diminuir o uso de aquecedores.

Join the Discussion

Return to top of page