Skip links

Onze municípios do Brasil marcham rumo a um futuro sustentável

De 8 a 11 de abril no Brasil, o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia foi divulgado na “XXII Marcha para Brasília em Defesa dos Municípios”, evento anual da Confederação Nacional dos Municípios, que reuniu mais de 9 mil participantes.

A Representante da União Européia, Lise Pate, defendeu diante do plenário o trabalho que vem sendo realizado por meio do chamado “Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia”, para o qual convidou todos os participantes a se unirem, como mais de 9322 municípios no mundo já o fizeram, dos quais 89 só no Brasil. Este foi um chamado bem-sucedido para participar que incorporou, até o momento do fechamento da marcha, 11 municípios ao Pacto.

Pate apresentou o Pacto como uma forma de inovar na agenda de combate às mudanças climáticas em nível local. “A inovação pode ajudar na otimização de recursos para uma melhor gestão. A União Européia está trabalhando nesta abordagem através do Pacto Global, com foco em eficiência energética e mudança climática”.

Além disso, os participantes do evento tiveram a oportunidade de conhecer o Pacto no estande do Programa de Cooperação Urbana Internacional (IUC) no evento. Eles aprenderam mais sobre como participar da iniciativa, as etapas dos compromissos e os mecanismos e ferramentas de apoio técnico para a implementação de medidas contra as mudanças climáticas.

Onze municípios se comprometeram com a luta contra as mudanças climáticas durante a Marcha dos Prefeitos, evento organizado pela Confederação Nacional dos Municípios.

Também vale destacar a participação de organizações não-governamentais e sem fins lucrativos como a “Coalizão Clima e Mobilidade Ativa – CCMob”, em nome da qual Aline Cavalcante afirmou que “é necessário criar uma rede e atuar como coalizão para poder impactar e influenciar na agenda climática nacional para tornar mais ambiciosas suas medidas para reduzir as emissões no setor de transportes, reconhecendo pedestres e ciclistas como pilares fundamentais das cidades de baixo carbono”.

Estas associações civis podem participar como facilitadores nacionais do Pacto, realizando trabalho de impulso e assessoria técnica; nesse sentido, a UE abriu vários canais de participação.

Sobre o evento

A “XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios” é uma mobilização democrática, realizada anualmente desde 1998, que se tornou um dos mais importantes eventos políticos do Brasil, chegando a contar em edições recentes com a presença de mais de 9.000 participantes entre: prefeitos, secretários municipais, vereadores, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e presidentes da República.

Durante o evento, temas que influenciam o cotidiano dos municípios foram discutidos e as demandas do movimento municipal foram apresentadas. Esta edição também coincidiu com os primeiros 100 dias do novo governo da nação, que foi utilizado para buscar sinergias entre as agendas municipais e estaduais.

Por Inácio Torres

Sobre o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia originou-se da junção do Compact of Mayors e o Covenant of Mayors, duas iniciativas pioneiras que buscam unir governos locais em prol de sociedades mais verdes. É dirigido pelo enviado Especial para Cidades e Mudanças Climáticas, Michel R. Bloomberg, e o Vice-Presidente da Comissão Europeia, Maroš Šefčovič, a coalizão compreende mais de 9,322 cidades em 6 continentes e 120 países, representando mais de 814 milhões de pessoas, mais de 10,7% da população mundial. Obtenha mais informações em http://pactodealcaldes-la.eu. O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia na América Latina e no Caribe é o capítulo da América Latina e do Caribe que trabalha para estabelecer o Pacto Global na região.

Join the Discussion

Return to top of page