Skip links

O Pacto Global de Prefeitos participa da primeira Feira de Negócios Latinoamericana pelo Clima

 

  • A feira reuniu mais de 600 pessoas entre convidados, palestrantes, acadêmicos, ativistas e representantes de ONG’s e empresas
  • O Pacto esteve representado como iniciativa fundamental para a criação de uma economia de baixo carbono na América Latina

A primeira Feira de Negócios Latinoamericana pelo Clima, a iniciativa “Conexão Carbono Zero”, reuniu mais de 600 pessoas nos últimos 11 e 12 de junho na cidade  brasileira de São Paulo para buscar maneiras de reverter as mudanças climáticas por meio de uma mudança de pensamento a nível político e empresarial.

A iniciativa, enquadrada dentro da Semana Mundial do Meio Ambiente, foi promovida pelas organizações CDP, WWF e O Mundo que Queremos e contou com o apoio e a presença do Pacto Global de Prefeitos, que abordou todos os conhecimentos e meios de que dispõe para a criação de comunidades de stakeholders que possam compartilhar conhecimento e experiências sobre o tema, servindo de base para avanços futuros.

Neste sentido, Lauro Marins, diretor do CDP Latin America, ressaltava: “O evento que está tendo lugar aqui tem a função de fazer a conexão entre as cidades, os investidores, as empresas e as Startups para promover a colaboração com o setor privado na luta contra as mudanças climáticas”. O CDP (Carbon Disclosure Project, por sua sigla em inglês) é um importante parceiro do Pacto.

As cidades signatárias do Pacto na América Latina e o Caribe podem relatar suas ações climáticas por meio da plataforma de reporte do CDP, disponível em associação com o  ICLEI. A plataforma do CDP é uma das duas plataformas de reporte oficiais do Pacto para a América Latina e o Caribe. Mais informação sobre como as cidades devem reportar seu progresso para o Pacto, estão disponíveis no link.

Stand e membros do Pacto Global de Prefeitos presentes no evento.

O Pacto contou com um stand no evento, em que o trabalho na região foi apresentado a todos interessados e foi um espaço de apoio a toda a rede do pacto. No espaço as cidades puderam compartilhar experiências e desafios na implementação de ações contra as mudanças climáticas a nível local. O Pacto busca criar uma comunidade que possa unir diferentes partes na busca e implementação de ações contra as mudanças climáticas.

Numerosos representantes de cidades signatárias do Pacto no Brasil, Chile e Colômbia, debateram com a maioria dos assistentes a experiência enriquecedora que lhes permitiram acessar e enfrentar as visões das ONGs, empresas, acadêmicos e ativistas, dentre outros grupos.

O prefeito de Independencia (Chile) teve a oportunidade de resumi-lo perfeitamente em uma entrevista durante a feira: “Estamos felizes e agradecidos pelo trabalho conjunto que realizamos graças ao Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia para enfrentar os desafios que requerem nossos municípios e nosso planeta, sigamos em frente”.

ilustração 2. Prefeito de Independencia declara a importância de se comprometer com a iniciativa

A programação do evento se estendeu ao longo de duas fases em que ocorreram  conferências, painéis e rodas de negócios. Já foram realizados investimentos de mais de 5 milhões de dólares que evitaram a emissão de 921 milhões de toneladas de carbono, enquanto foram identificadas novas oportunidades de negócios que superam os 42 milhões de dólares.

Desta maneira, a  América Latina dá um passo adiante na defesa do meio ambiente, se tornando novamente uma referência de boas práticas e um exemplo a nível global.

Join the Discussion

Return to top of page