Skip links

Mais de 100 representantes de governos locais, regionais e nacionais se reúnem para se capacitarem sobre questões ambientais na Argentina

O compromisso climático avança localmente na América Latina! Mais de 100 representantes de governos locais, regionais e nacionais da Argentina, Brasil e Paraguai se reuniram entre 21 e 23 de agosto na cidade argentina de Corrientes, Argentina, no quarto workshop de capacitação para as cidades do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia, que faz parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana para América Latina (IUC-LAC), e foi ministrado com o apoio do Centro Comum de Investigação (JRC, em inglês) da União Europeia, da RAMCC, do Município e Província de Corrientes.

O evento internacional teve como objetivo capacitar as cidades na produção de seus Planos de Ação Climática, motivar e inspirar os atores locais através da visualização de ações concretas que estão sendo realizadas e conectá-los a uma rede de autoridades comprometidas com a luta contra as mudanças climáticas. Durante os três dias, os participantes tiveram acesso a um treinamento técnico e prático de excelência, com atividades interativas de difusão de conhecimentos às cidades signatárias e ao intercâmbio de boas práticas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas entre as equipes das localidades presentes.

Durante o workshop, foram reconhecidas as 8 cidades argentinas signatárias do Pacto que já conseguiram apresentar seus planos de ação climática, o que as tornam as primeiras cidades de toda a América Latina a alcança-los: Monte Buey, Godoy Cruz, Caseros, Camilo Aldao, Venado Tuerto, San Antonio de Areco, Chacabuco e Arteaga.

Durante o workshop, 10 novas cidades de três países diferentes, Argentina, Brasil e Paraguai, assinaram sua adesão e compromisso voluntário ao Pacto: Curuzú Cuatiá, La Paz, Paso de la Patria, General Pinedo, Goya, Mburucuyá, San Isidro e Santa Ana, da Argentina; Asunción, do Paraguai, e Canápolis, do Brasil.

Durante o workshop, foram reconhecidas as 8 cidades argentinas signatárias do Pacto que já conseguiram apresentar seus planos de ação climática, o que as tornam as primeiras cidades de toda a América Latina a alcança-los: Monte Buey, Godoy Cruz, Caseros, Camilo Aldao, Venado Tuerto, San Antonio de Areco, Chacabuco e Arteaga.

Durante o workshop, 10 novas cidades de três países diferentes, Argentina, Brasil e Paraguai, assinaram sua adesão e compromisso voluntário ao Pacto: Curuzú Cuatiá, La Paz, Paso de la Patria, General Pinedo, Goya, Mburucuyá, San Isidro e Santa Ana, da Argentina; Asunción, do Paraguai, e Canápolis, do Brasil.

 

O evento foi apresentado pelo o Diretor do projeto IUC-LAC, Manuel Fuentes, o Prefeito Municipal da Cidade de Corrientes, Eduardo Tassano, o Governador da Província de Corrientes, Gustavo Valdé e Paulo Barbosa, membro do Centro Comum de Investigação da União Europeia, serviço da Comissão Europeia e responsável pela pesquisa que se desenvolve em áreas como energia, transporte, meio ambiente, saúde ou segurança alimentar, dentre outras.

 

O evento foi apresentado pelo o Diretor do projeto IUC-LAC, Manuel Fuentes, o Prefeito Municipal da Cidade de Corrientes, Eduardo Tassano, o Governador da Província de Corrientes, Gustavo Valdé e Paulo Barbosa, membro do Centro Comum de Investigação da União Europeia, serviço da Comissão Europeia e responsável pela pesquisa que se desenvolve em áreas como energia, transporte, meio ambiente, saúde ou segurança alimentar, dentre outras.

 

O Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia, que forma parte do Programa de Cooperação Urbana Internacional (IUC-LAC) da União Europeia, é uma aliança global de cidades e governos locais comprometidos com a luta contra as mudanças climáticas e trabalham para reduzir seu impacto e facilitar o acesso à energia sustentável e acessível para todos.

O evento é especialmente importante na Argentina, um país em que 92% da população já reside em cidades e onde já são 123 cidades que trabalham graças à sua adesão ao Pacto para limitar os efeitos das mudanças climáticas.

 

Sobre o Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia

O Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia reúne formalmente o antigo “Compact of Mayors” e o Covenant of Mayors da União Europeia, as duas principais iniciativas da cidade para ajudar cidades e governos locais na transição para uma economia de baixo carbono e demonstrar seu impacto global. Dirigido pelo o Enviado Especial do Secretário Geral das Nações Unidas para Cidades e Mudanças Climáticas, Michael R. Bloomberg, e o vice-presidente da Comissão Europeia, Maroš Šefčovič, a coalizão compreende mais de 9.322 cidades em 6 continentes e 120 países, representa mais de 814 milhões de pessoas, mais de 10,7% da população mundial. Obtenha mais informações em: http://pactodealcaldes-la.eu. O Pacto Global de Prefeitos pelo o Clima e a Energia da América Latina e o Caribe é o capítulo da América Latina e do Caribe que trabalha para estabelecer o Pacto Global na região.

Sobre o IUC-LAC (América Latina e o Caribe)

O Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) apoia cidades de diferentes regiões do globo a se conectarem e compartilharem soluções para os problemas comuns no desenvolvimento urbano sustentável, no âmbito da Nova Agenda Urbana e no combate às mudanças climáticas. O capítulo da América Latina e do Caribe do programa IUC Global é responsável pela implementação do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia na região.

Mais informações em www.pactodealcaldes-la.eu/

 

 

Join the Discussion

Return to top of page