Skip links

O Pacto Global de Prefeitos é lançado no Chile

O Pacto Global de Prefeitos é lançado no Chile

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia na América Latina (GCoM-LAC) foi lançado no Chile durante o terceiro Fórum de Prefeitos ante as Mudanças Climáticas Chile-2017 (Foro de Alcaldes ante el Cambio Climático Chile-2017), organizado pela Rede Chilena de Municípios ante as Mudanças Climáticas (Red Chilena de Municipios ante el Cambio Climático) e Adapt-Chile. Na ocasião, ocorrida dia 30 de novembro, em Santiago, o Comitê Diretor Nacional do Pacto no Chile foi apresentado. A participação do representante do Pacto, Manuel Fuentes, ocorreu na mesa sobre o papel dos governos locais desde uma perspectiva internacional.

                                                         Manuel Fuentes no Fórum

Autoridades locais e nacionais, representantes de parceiros internacionais e outros segmentos da sociedade civil participaram do evento. Stella Zervoudaki, Embaixadora da União Europeia no Chile, disse que, ao redor do mundo, os líderes locais estão tomando ações para enfrentar as mudanças climáticas. “Podem contar com o apoio da Europa como um aliado nesta luta global contra as mudanças climáticas”.

A Presidente do Chile, Michelle Bachelet, que também esteve presente na abertura do Fórum, disse que, para alcançar uma ação climática global, é necessário desenvolver uma ação climática local em um esforço conjunto entre o local, o nacional e o internacional. Ela defendeu que “o desenvolvimento sustentável e inclusivo – no qual devemos insistir – depende da solidez de três pilares: o estado, desde o central al local; as empresas, com empreendimentos responsáveis e inovadores; e os cidadãos, com sua capacidade organizativa e voz para ser o centro de toda deliberação”.

                                                      Michelle Bachelet fala ao público

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia está em processo de expansão na América Latina por meio de um secretariado regional e parceiros nacionais para alcançar mais municípios comprometidos com a iniciativa. Com o lançamento, o Chile se junta a Argentina, Brasil e Colômbia como um dos países da região a integrar o Pacto. A partir de agora, o GCoM-LAC no Chile desenvolverá atividades para envolver cidades e lhes dar apoio na elaboração de seus próprios planos de ação locais para a redução das emissões de gases de efeito estufa a nível local.

 

(Com informações e fotos de EUDChileMin. de Medio Ambiente e REDMUNICC)

Join the Discussion

Return to top of page