Skip links

Godoy Cruz é o Primeiro Município Argentino com Orçamentos Mínimos para a Gestão de Mudanças Climáticas

Em Godoy Cruz, a perspectiva da mudança climática será incorporada a todas as políticas públicas locais, integrando a gestão climática local e assegurando que as iniciativas municipais contribuam para a consecução dos objetivos de mitigação e adaptação.

A ordenança foi aprovada pelo Conselho Deliberativo na última sessão extraordinária do ano.

Os novos regulamentos estabelecem entre seus objetivos alcançar uma cidade neutra em carbono até 2030.

Alguns itens:

  • Estabelce metas mínimas para reduzir ou eliminar as emissões de GEE
  • Fomenta o uso de indicadores de sustentabilidade.
  • Impulsiona a gestão integrada dos recursos hídricos como elemento estratégico para o planejamento territorial, tendendo à preservação dos recursos e à eficiência de seu uso.
  • Incentiva e incentiva o uso de energias renováveis ​​para diversificar a matriz energética, tanto na infraestrutura pública municipal quanto no setor privado e na comunidade de Godoy Cruz; entre outras.
  • Também prevê medidas de adaptação, entre as quais: desenvolver modelos meteorológicos que permitam obter projeções apropriadas das variáveis ​​atmosféricas necessárias para o gerenciamento de riscos ambientais, considerando as estações meteorológicas do município e as fornecidas pelo Serviço Nacional de Meteorologia.
  • Aumenta a capacidade de resposta e implementa medidas de prevenção no quadro de gerenciamento abrangente de riscos diante de eventos climáticos extremos.
  • Promove a erradicação ou poda de árvores secas e sua substituição por espécimes que não apresentam risco à saúde de pessoas e animais; entre outras.

Como será implementado

Para especificar as ações estabelecidas pela nova Portaria, os efetivos municipais devem levar em consideração quatro instrumentos principais: inventários e relatórios anuais de GEE; o “Plano de Ação Local sobre o Clima” (P.L.A.C.) desenvolvido pelo Município em 2018; os exemplos de educação e conscientização ambiental para a mudança de hábitos em relação a padrões de consumo sustentável; e o Plano Municipal de Ordenamento territorial.

Um município com um bom histórico

Em Godoy Cruz, de 2015 até hoje, as emissões de GEE foram reduzidas em 21%. Esse compromisso com a ação local foi distinguido nacional e internacionalmente, o que incentiva outras cidades a replicar boas práticas.

Tudo isso graças à participação do município no Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia, uma iniciativa global que faz parte do Programa Internacional de Cooperação Urbana para a América Latina e o Caribe (IUC-ALC), da União Europeia; bem como na Rede Argentina de Municípios Contra as Mudanças Climáticas

Fonte: Red Argentina de Municipios Frente al Cambio Climático (RAMCC)

Join the Discussion

Return to top of page