Skip links

Cinco cidades argentinas aderem ao Pacto durante iniciativa da RAMCC

Cinco prefeitos e autoridades locais que recentemente concluíram o Inventário de Gases de Efeito Estufa de sua localidade se reuniram virtualmente para assinar a carta de compromisso com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia (GCoM). Os municípios aderentes são: General Lagos, Santa Fe; Almafuerte, Córdoba; Villa Carlos Paz, Córdoba; Villarino, Buenos Aires e Ramona.

A partir de agora esses governos locais fazem parte da aliança global que tem mais de 10.500 cidades em 135 países. Ao ingressar nesta rede, eles têm como benefícios:

  1. Visibilidade e posicionamento internacional da cidade.
  2. Intercâmbio entre municípios e cidades ao redor do mundo.
  3. Marco Comum de Reporte para cumprir os padrões internacionais de relatórios.
  4. Validação internacional da informação reportada.

Em 2017 a RAMCC foi nomeada pela União Europeia como Coordenadora Nacional do GCoM na Argentina. Como tal, estimula a adesão de novos municípios e dá apoio e acompanhamento às autarquias para que cumpram os requisitos estabelecidos por esta aliança. Das 463 cidades latino-americanas que participam do GCoM hoje, 127 fazem parte da RAMCC; ou seja, tem 26% de participação na região.

 

Sobre o encontro virtual de assinaturas

Neste primeiro ato de assinatura do grupo, ocorrido na última quinta-feira, 10 de setembro, esteve presente a Coordenadora do Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia para a América Latina e o Caribe, Marja Edelman, que presidiu e compartilhou palavras de boas-vindas, e as seguintes autoridades locais signatárias:

  • Esteban Ferri, presidente comunal do General Lagos (província de Santa Fe)
  • Daniel Gómez Gesteira, prefeito de Villa Carlos Paz (Córdoba)
  • Carlos José Bevilacqua, prefeito de Villarino (Buenos Aires)
  • José Alberto Barbero, presidente comunal de Ramona (Santa Fe)
  • Rubén Dagum, prefeito de Almafuerte (Córdoba)

 

Marja Edelman, Coordenadora do GCoM na LAC, utilizou sua fala de abertura para dar as boas vindas aos municípios: 

“Em nome do Pacto, parabenizo e dou as boas-vindas aos municípios que hoje aderem à nossa coalizão, que é a maior aliança de governos locais que lidera a luta pelas mudanças climáticas, com o apoio das redes municipais e de outros atores institucionais. Por isso, gostaria de agradecer e reconhecer o trabalho da RAMCC como Coordenadora Nacional do Pacto na Argentina e como principal motor e facilitador da iniciativa no país. Na Argentina temos 147 municípios aderentes ao O GCoM e este ano os maiores números de conquistas vieram justamente dos municípios de lá. Isso mostra o compromisso não só da RAMCC, mas também dos municípios argentinos”, ressaltou Eldeman.  

Também durante o encontro cada autoridade local apresentou algumas das principais linhas de ação climática que pretende aprofundar ou implementar, após a finalização dos seus inventários e a partir da consolidação deste compromisso com a comunidade global.

Com este evento como pontapé inicial, a RAMCC deu início a um modelo de reuniões onde os municípios assumem um novo compromisso internacional em conjunto com outros governos locais, trocando opiniões, experiências e desafios futuros, retificando o esforço local e coletivo necessário para enfrentar as alterações climáticas.

 

 

 Fonte: RAMCC.

Join the Discussion

Return to top of page