Skip links

A UE põe em prática um programa para apoiar tecnicamente 5 cidades mexicanas

  • O projeto terá 15 meses de duração e será dividida em 8 fases
  • A formação servirá para que as cidades se capacitem na luta contra as mudanças climáticas e para fomentar um desenvolvimento mais sustentável de suas cidades com o objetivo de cumprir com os compromissos do Pacto.

Em seus esforços para tornar as cidades mais desenvolvidas e sustentáveis, a União Europeia lançou há dois anos o programa de Cooperação Urbana Internacional (IUC), uma iniciativa que trabalha diretamente com as autoridades das cidades e municípios do mundo para apoiá-los no processo.

Desde então e até hoje, mais de 75 cidades no México se juntaram ao Pacto Global de Prefeitos para o Clima e a Energia (GCoM), componente do programa IUC, onde as cidades recebem assistência técnica para modernizar e conectar seus territórios, bem como para combater as mudanças climáticas.

Desde o último 6 de março e até o dia 30 do mesmo mês, esteve aberto o prazo para candidatar-se para a Convocatória Pacto Global de Prefeitos com assistência técnica . Durante o proceso, buscou-se encontrar cidades para receber assistência técnica, por meio de uma equipe de especialistas, para permitir melhorar suas capacidades com o objetivo de responder aos requisitos de apresentação de informes do GCoM e demonstrar liderança e inovação no contexto do GCoM no México.

Entre todos os 30 municípios que participararam do processo de seleção, as cidades com maior pontuação em cada um dos critérios de seleção foram:

  1. Bahía de Banderas, Nayarit
  2. Ciudad Juárez, Chihuahua
  3. Ciudad Madero, Tamaulipas
  4. Culiacán, Sinaloa
  5. Zapopan, Jalisco

 

As cinco cidades escolhidas disfrutarão durante os próximos 15 meses, divididos em 8 fases, de cursos de treinamento, workshops técnicos adaptados a suas cidades e da assistência técnica contínua de especialistas que, entre outras tarefas, trabalharão com a equipe local para identificar os principais dados que devem ser coletados, coletar os dados de atividades fornecidos e compilá-los em um inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) que será usado para a avaliação do risco climático.

Com esta iniciativa, a União Europeia e México fortalecem os laços na luta para liderar a luta global pelo desenvolvimento urbano sustentável nas cidades e pelo respeito ao meio ambiente.

Join the Discussion

Return to top of page